Mano fato mano, 2015

MANO FATO MANO instaura um espaço de reflexo e reflexão, permitido e ativado por desenhos e ações que informam o cotidiano nas cidades e, particularmente, em São Paulo. São desenhos que ativam e registram ações potentes. Desenhos que revelam, criam deslocamentos, e trazem para o universo gráfico a potência da ação de realizar coisas. Operam como ferramentas de manipulação, acessibilidade, conflito, manifestação, expressão, comunicação.

Assim como no brinquedo gira-gira — cuja força motora é gerada individual e coletivamente —, o girar permite um caleidoscópio de múltiplas perspectivas e usos. A exposição articula (séries de) trabalhos da Coleção de Arte da Cidade — de Antônio Lizárraga, Gladys Maldaun, Guto Lacaz, Leon Ferrari e Marcos Troncoso —; contrapostos a trabalhos convidados — de Ciro Ghellere, Claudio Bueno e Cristiano Rosa, Diogo de Moraes, Raphael Escobar e Vitor Cesar.

curadoras / curators: Carol Tonetti e Ligia Nobre
grupo do projeto / project group mano fato mano: Carol Tonetti, Claudio Bueno, Ciro Ghellere, Ligia Nobre, Luis Felipe Abbud e Vitor Cesar. Assistência e ilustrações / assistance and illustrations: Deborah Salles

Share with